Alberto Okada Cirurgia Plástica

Botox Funcional – Como Funciona e quais são as Indicações

A Toxina Botulínica proporciona ótimos resultados em alguns casos pontuais para melhora funcional, como da Hiperidrose, Sorriso Gengival e Bruxismo. O Botox funcional é minimamente invasivo.

O que é a Toxina Botulínica?

Uma substância aplicada em casos menos invasivos e de forma eficaz, também conhecida como Botox, é preferencialmente aplicada para casos de rejuvenescimento facial, agindo na redução de rugas dinâmicas, pés de galinha e linhas de expressão. Com o avanço da medicina, fomos descobrindo possibilidades de aplicação em casos funcionais.

Botox Funcional e o Sorriso Gengival

O sorriso gengival pode afetar a autoestima de uma pessoa, expondo a gengiva desproporcionalmente ao sorrir. A toxina botulínica age paralisando, bloqueando a contração muscular, mantendo o músculo relaxado, reduzindo o espaço de gengiva aparente ao paciente esboçar um sorriso. ⠀

Aplicação nos casos de Bruxismo

O Bruxismo, que pode causar grande incômodo, pode ser resolvido temporariamente pela Toxina Botulínica. A ação do botox quando aplicada nos músculos temporal e masseter pode paralisar a contração da musculatura e, quando nos músculos mastigatórios, impede a contração que resulta no ranger de dentes.

Botox Funcional e a Hiperidrose

Você sabia que a Hiperidrose pode ser tratada de forma minimamente invasiva?⠀

O uso da Toxina Botulínica vai muito além de aplicações pontualmente estéticas, sendo efetivo também em casos funcionais, como no suor excessivo. O botox age paralisando, temporariamente, as terminações nervosas responsáveis pelo suor: as glândulas sudoríparas. ⠀

Os pacientes afetados pela Hiperidrose apresentam excesso de suor principalmente na região das axilas, mãos, pés, face e couro cabeludo. A condição pode causar além de incômodo funcional, o incômodo estético, podendo fazer com que o paciente evite estar presente em atividades sociais.⠀

A aplicação do Botox nestes casos dependerá de avaliação minuciosa do caso, onde será verificado se a intervenção é pertinente. Em casos de dúvidas, não hesite em buscar um profissional licenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Sair da versão mobile